Anderson Silva está de volta?

  •         Anderson Silva vs Nick Diaz

Vocês não imaginam o quanto eu tava nervoso pra essa luta do Anderson, mais nesse retorno do que em defesas de cinturão até.

Silva venceu de modo inteligente. Mostrou estar com fôlego mesmo perto dos 40, confiança e um psicológico forte (já testado pelo Sonnen).

462629956

Se a luta fosse antes da lesão não teria sido muito diferente, Diaz provoca e quem perder a cabeça e entrar no jogo que ele quer corre sério risco.

 

Luta morna? Anderson não é mais o mesmo?

462632192

Houve dois momentos de genialidade: uma cotovela de baixo pra cima e um chute rodado, ambos passaram BEM perto. Pena que não pegou.

 

E quais são os próximos planos pro Aranha?

462598240

Lutar no UFC é sempre uma caçada pelo cinturão ou se contentar ficar ali no meio do ranking fazendo suas lutas enquanto os Top 5 (de todas as categorias) brigam pelo que interessa.

Retomar essa busca pelo cinturão é improvável à essa altura do campeonato e com o tanque cheio de tubarões nos médios (Belfor, Jacaré, Lyoto), a lenda não fará lutas só por fazer.

É uma boa hora pro GSP voltar das férias, já pensou!?

Já Diaz não lutava desde 2013 por simplesmente “achar que não valia a pena”. É interessante ele ficar, falta bad boys no UFC atual.

Só torço pro Anderson não aposentar.

 

  • Tyron Woodley vs Kelvin Gastelum

462594900

Luta que no papel tinha tudo pra ser um lutão foi bem sem graça, na real tava todo mundo torcendo pra um nocaute de qualquer lado pro main-event começar logo.

 

  • Al Iaquinta vs Joe Lauzon

462593336

Nunca tinha assistido luta do Iaquinta, vou acompanhar agora depois que ele zumbificou o Joe Lauzon. Impressionante.

 

  • Thales Leites vs Tim Boetsche

462591364

No twitter li comentários do tipo “Leva pra baixo Thales, vai perder assim…” e depois “Boa! Só o Jiu Jitsu salva!”.

A menos que você seja um wrestler all-american treinado desde sua high school, encurtar e quedar um cara forte como Boetsche não é lá uma tarefa tão fácil assim.

Thales emenda 5 vitórias e cresce no evento.

 

  • Thiago Alves vs Jordan Mein

462590352

Soltaram o PitBull. Não foi a toa que levou o bônus de “melhor perfomance da noite”, que volte assim mais vezes!

 

Saindo do UFC 183:

Weidann se lesionou de novo e a disputa de cinturão é adiada pela 3ª vez. Ofereceram Lyoto para disputar um interino com o Vitor, o fenômeno recusou.

459137916

Na minha opinião agiu certo, só quem ganha nessa história é o Lyoto. Não é justo.

Belfort já se pronunciou na redes sociais que com 8 semanas de treino ele enfrente QUALQUER UM pelo CINTURÃO LINEAR. É assim que faz: WAR BELFORT!

 

Próximo evento:

  • Ben Henderson vs Brandon Thacth

ufc-fight-night-60-benson-henderson-vs-brandon-thatch-600x400

Thacth iria enfrentar Stephen Thompson (lesionou) numa luta que seria trocação do mais alto nível, eu particularmente tava ansioso pra ver.

Como caiu essa luta ofereceram o ex-campeão menino-lobo Bendo e Thacth vai descer de categoria pra esse lutão. Ele ainda não venceu ninguém de nome no UFC mas quem lembra do o atropelo dele no Paulo Thiago sabe do que eu to falando.

 

É isso aí galera, valeu pra você que leu até aqui, tamo junto. Voltei a escrever, dá uma olhada no post anterior.

Tá cada vez mais difícil achar imagens boas então vou usar essas com marca d’água da Getty Images mesmo.

Comentários são lá em cima e curtam a página pra saber quando tem novidade: Quarto Do Lucas.

 

Flw abrass

Reação do Brasil com a derrota de Anderson Silva

Passado quase uma semana do nocaute histórico surgem os vídeos bizarros no youtube.

Esse primeiro mostra um adolescente chorando com derrota bem no dia do aniversário dele! Poxa Anderson!

HUAUHAHUAHUAUHHUAUAHHUAUAHAHUUAHHAAHAHUAUHAUHUHAHAUAHAAH

O pior é que eu fiquei tipo isso no sábado, acho que se fosse meu aniversário chorava também UAHUUHAUHUAAHHAHUHAHA.

E minha mãe que resolveu assistir a luta me falava as mesmas coisas: “Um dia todo mundo perde…” e “Você vai para de lutar por causa disso?”.

Legal no vídeo é ele mostrando a toalha com uns desenho lutando boxe por ele gosta muito de luta e a conversa:

– Tem muito tempo pra gravar ai Robinho?

– Tem bastante.

– Então deixa.

É isso aí, agora Juninho quando tiver campeonato vai bater com raiva!

Segundo temos o grande AWAY, que antigamente era conhecido como Gil Brother, o mendigão style lá da turma do Hermes e Renato.

Ele agora tem um canal grande no iutubiu e resolveu ligar pro Andissu pra tirar satisfação:

  • Fico rebolando na frente do cara! O cara te deu a mão na moral e tu não segurou a mão do cara, fico beijando o cara lá… Fica imitando o Michael Jackson e o cara te deitou na porrada em rede internacional.

UHAHUAUHHUAHUAHUAAHUUHAHUAHUAHUUAHUAHUAHUHUAHAUHUAHUAAH

É por ter chance de ver essas coisas que eu adoro a internet.

Anderson Silva foi nocauteado.

Todo mundo já ouviu aquele ditado no futebol: “Jogou como nunca, perdeu como sempre.”, a luta do Anderson no UFC 162 foi exatamente o contrário:

“Anderson Silva lutou como sempre, perdeu como nunca.”

andersonprovocaap

Na madrugada de 07/07/13 aprendemos que a provocação e confiança dentro do octógono tem limites, mesmo você sendo o melhor lutador de todos os tempos e dono de todos os recordes (importantes) do Ultimate Fight.

Anderson é indiscutivelmente melhor que Chris Weidmann e qualquer outro da categoria dos médios, só que brincou demais, demais mesmo.

Não vi desrespeito ao americano, o Spider SEMPRE lutou assim, se tivesse ganhado era gênio, como perdeu virou vilão. Lutou do mesmo jeito contra Griffin e foi exaltado porque nocauteou, mas quando durou os cinco rounds do Damian Maia também foi vaiado.

Abaixar a guardar, esquivar e gingar desestabiliza 99% dos lutadores, só que Chris é formado em psicologia, isso com certeza ajudou.

Assisti à essa luta em casa e poucos segundos antes do nocaute falei pro pessoal que tava aqui: “Tá bom né Anderson? Hora de lutar sério.”, logo mais uns dos meus grandes ídolos estava pela primeira vez apagado, de costas na lona e recebendo uma chuva de socos.

weidmannocauteiaap

E agora? Como vai ser? Quais serão as 10 lutas que A.S. fará pra cumprir seu contrato?

O ex-campeão disse não querer mais lutar pelo cinturão novamente, isso vai na contra-mão do chefão Dana que quer uma revanche imediata, já aceita pelo novo campeão. Eu aposto nisso, Anderson não queria lutar contra o Sonnen pela segunda vez mas teve de obedecer o UFC, e se houver Silvas vs Weidmann 2 provavelmente será em Nova York.

Isso cai na hipótese da luta ter sido comprada, não quero acreditar nisso mas as grandes ligas esportivas (FIFA, UEFA, entre outras) já foram pegas em escândalos de corrupção, talvez isso acontece no UFC também, mas por que o Anderson faria isso?

Já que toquei no assunto, Nove York é uma cidade que a organização está de olho há muito tempo, e a derrota do Anderson pode ter sido uma peça-chave pro mma ser legalizado na cidade e assim gerar muito mais dinheiro pro UFC, não vou entrar em detalhes mas quem quiser pode ler um texto interessante aqui.

Super-lutas perderam o sentido? Que nada, continuo achando que Jon Jones venceria o Anderson, seria um sonho um luta dessa.

A categoria até 84kgs vai ficar bem mais interessante agora, alguém aí vê o Weidmann como um super-campeão tipo Silva, Jones ou Aldo? Esse cinturão (se não houver revanche) logo mais será do Vitor Belfort, e também há o Ronaldo Jacaré que pode finalizar qualquer um.

chrisweidmanandersonsilvagetty

 Cruzado de esquerda que entrou para a história.

Uma coisa que percebeu-se foi a tranquilidade após a derrota, ainda no octógono mesmo e na coletiva pós-luta. Anderson parece aliviado, parece ter tirado um peso enorme das costas, só falou em voltar pra casa e curtir a família. E se é isso o que ele quer, convenhamos que ele merece.

asdad

Esse título vale mais que tudo…

Bom, pra quem já acessou o blog sabe que eventualmente escrevo sobre mma, e também quero saber a opinião de você que leu até aqui, o que vai ser de Anderson “The Spider” Silva após seu primeiro nocaute?

Confiram mais posts na categoria MMA.

Atualização: Após uma discussão lá no grupo VERSUS MMA (um fantasy game) repensei o que havia escrito aqui, o Anderson nem SEMPRE lutou dessa forma “desrespeitosa” com o adversário, contra Vitor Belfort, Hendo e Rich Franklin lutou realmente sério, e quando ele luta sério não preciso nem comentar o resultado. Nenhum desses três duraram todos os rounds.

PS: Vou viajar um pouco agora, mas a primeira foto acima me lembrou o grande filme de 2012.

The-Dark-Knight-Rises-Tom-Hardy-Bane-batman-Christian-Bale-in-2012-Movie-Image1-e1324509008684

A situação é bem parecida, Bane/Anderson são os favoritos, representavam naquele momento a pior ameça possível e não se via como vencê-los, o final todos conhecem. E claro, a pose ajuda bastante.

Fan-page: Quarto do Lucas

Jon Jones foi finalizado!

Jon Jones foi finalizado, só que não numa luta.

O impressionante campeão segue dono do cinturão dos meio-pesados e não deve encontrar muita dificuldade para vencer Chael Sonnen no dia 27 de abril no UFC 159. Quem tá acompanhando o mundo do mma sabe que tá rolando o TUF 17 e dois são os técnicos das equipes nessa edição.

Eis que em uns dos treino numa brincadeira de academia Jones queda Adam Cella e cai numa guilhotina bem encaixada, em pouco segundos resolveu bater. Vejam o vídeo:

Tenho algo em comum com Jon Jones, um jeito meio despojado e sorridente durante os treinos e até mesmo no dia-a-dia, mas quando vamos lutar o tempo fecha e não há nada que nos faça esboçar nem um leve sorrisinho, só quando temos a mão levantada após a vitória.

Só não entendi qual foi a o campeão, 1º aparece todo humilde dizendo: “What can I say? He won” (O que posso dizer? Ele venceu.) e depois cheio de marra diz: “Nobody submits me, nobody. I got out out for you, got out for you.” (Ninguém me finaliza, ninguém. Eu aliviei pra você).

Qualé campeão? Aliviou? Got out for him? Qual o problema de bater em um treino? Fica feio pra sua imagem? O Anderson Silva é finalizado várias vezes pelo Minotauro, pelo Lyoto e pelos seus sparrings antes de ir para uma luta.

Esse Adam Cella vive seus momentos de glória depois desse vídeo, mas foi personagem secundário no ínico de TUF após o nocaute (digo: patada) mais comentado nos últimos tempos. Veja essa “calcanharzada” rodada que tomou do Uriah Hall:

 

Esse abril de 2013 vai ser agitado no UFC, eventos todo sábado!

UFC 156 – Aldo vs Edgar

O fim de semana do Super Bowl sempre tem uma defesa de cinturão, mas dessa vez teve um card considerado por muitos o melhor da história, concordo.

Confesso que fiquei com receio de ser um evento mediano, que se criasse tanta expectativa e não tivessem boas lutas, ainda bem que isso não aconteceu. Vamos às análises:

 

José Aldo vs Frankie Edgar

aldoacertaap

Essa é uma das lutas que mais quis assistir no UFC. Acompanho o Aldo desde o WEC, acho um lutador incrível e já sem adversários na categoria, iria enfrentar Eric Koch no evento do Rio em novembro, mas machucou o pé andando de moto e livrou Koch duma surra.

Quando foi anunciado que Edgar desceu de peso e disputaria o cinturão vi o maior desafio do Aldo sendo marcado. Edgar é técnica, raça e principalmente coração; mas Aldo é tudo isso e brasileiro, tem aquilo que nos diferencia do resto do mundo.

Frankie vinha de derrota, mas de uma decisão dividida (qualquer um dos dois podia ter levado) contra Ben Henderson numa luta dura, foi justo baixar o peso e lutar com o campeão. Ao contrário daquela palhaçada que vai ser o Sonnen disputar o cinturão, vindo de derrota por nocaute e algumas vitórias inexpressivas, só lamento o dinheiro ter ficado acima do esporte.

Uma grande vantagem pro José foi ter treinado bastante com Gray Maynard, que lutou três vezes contra o americano e trouxe dicas importantes.

Aldo fez 4-1 (rounds) nessa luta, trocou bem e manteve a distância entrando inúmeros jabs. No 2º round o chute baixo começou a entrar mas logo Frankie pegou o tempo e quedou, mas não teve nem 1 min de chão. O americano venceu o 4º round, mas José fez o que seu técnico indicou, administrou o combate e venceu o 5º round permanecendo com o cinturão.

A vitória foi criticada por americanos, já que Frankie Edgar é muito querido por lá. Diversas vezes ouvimos coros da multidão revezando entre “Aldoooo, Aldooo” e “Frankieeee, Frankieeee”. Na coletiva pós-luta Frankie admitiu que o brasileiro foi melhor e por isso tá com o título.

Já tá rolando boatos que Anthony Pettis pode descer de categoria (também) e lutar com o Aldo. Pettis vem de um nocaute arrasador em Donald Cerrone e acredito que é melhor lutador de takewondo no UFC, chuta absurdamente bem. Mas José Aldo também chuta muito bem e se bastasse só chutar Wanderlei Silva não tinha vencido (e que vitória) Cung Lee.

E se é pra começar a ficar mandando peso leve baixar pra pena é melhor o Aldo subir de categoria, alguém avisa o Dedé Pederneiras (técnico dele) que já tá na hora.

 

Rashad Evans vs Rogério Minotouro

minotourosocogetty

Luta chata. Parece que ficaram o três rounds se estudando, buscando distância e se respeitando (?). Eu sempre espero um nocaute do Rashad, que use sua mão pesada e boxe afiado capaz de colocar muitos na lona. Porém há tempo que esse Rashad não luta, tenho a impressão que nunca mais veremos aquele Evans que venceu o TUF 2 no pesados, que nocauteou Liddell e Griffin. Deve ser sequela do nocaute que tomou do Lyoto.

E esse é o Rashad que se vencesse iria lutar contra o Anderson? Rá Rá Rá!

Minotouro é bom lutador, mas não vejo ainda como top 5, e tá longe de Jones.

 

Alistair Overeem vs Antônio Pezão

Imagem

Apostava tudo em Overeem, o Pezão era visto mesmo como zebra. Como descrever essa luta? QUE LUTA!

Depois de um ano suspenso por dopping o holandês vinha confiante na vitória, dizendo que Pezão seria apenas mais um número em seu cartel. Perdeu uma chance contra o Cigano por causa dos anabolizantes e agora perde uma chance contra Cain por causa da sua arrogância.

O “Demolition Man” tava vencendo os dois primeiros round, mas no final do segundo os gigantes trocaram olhares de uma forma que meu amigo disse: “Viu isso? Agora a coisa vai ficar feia.”

O cara foi profético, foi tocar o sino que em 30 segundos a luta tinha acabado! Pezão veio pra cima na fúria e Alistair Overeem caiu perante aos seus pés, que sequência linda de ganchos e diretos. Ficou provado algo que ouvi durante a semana da luta: o Overeem não aguenta tomar porrada, é a mão entrar que ele afroxa.

Também foi estranho um campeão do K1 fugir da trocação. Medo da mão do paraibano?

Imagem

Dana afirmou que se Alistair vencesse iria disputar a cinta, o Pezão não porque já vimos essa luta (Cain vs Pezão). Odeio essa justiça do Dana! Quantas lutas que “já vimos” tiveram revanches imediatas, tipo Lyoto vs Shogun. E o próprio Cain mesmo só fez uma luta antes de ir pro Cigano de novo.

No UFC 156 mostrou que merece sim disputar o cinturão, aguentou o ground’n’pound do Reem, deu azar contra Velásquez não por cair por baixo, mas por  culpa do corte imenso da cotovelada.

 

Damian Maia vs John Fitch

Imagem

Também sou muito fã do Damian Maia e to orgulhoso da suas lutas na categoria 77kg, tá melhor do que nunca.

John Fitch é o eterno amarrão, queda e fica pontuando. Com isso anulou o jogo de muitos lutadores e barrou vários em ascensão (Erick Silva que o diga).

Ver Fitch completamente dominado, passando sufoco, com o oponente nas costas por praticamente 15 mins e derrotado no estilo tão seu foi lindo. Provou do próprio veneno.

Essa luta foi bem casada após a vitória de ambos no UFC RIO 3 (leia a análise aqui), afirmei nessa semana que se o Damian não finalizasse ninguém mais fará isso com o John, e é verdade! Se o melhor jiu-jitsu do mma com as costas por tanto tempo não o fez bater, é provável que o John se aposente sem saber o que é ser finalizado.

Com essa boa vitória Damian Maia sobe bons degraus até George St Pierre, e começam a falar em disputar o título. Acredito que com mais umas duas vitórias antes de completar três rounds ele tenha sua chance, pra eu não me estender muito e fantasiar sobre como seria GSP vs Maia, torceria pro brasileiro e sua (boa) chance seria no chão. Maia não luta não bem em pé quanto St Pierre, mas botou fácil pro chão um wrestler que é o Fitch, o chão do canadense é bom, mas não preciso nem comentar o do brasileiro.

E pra quem já lutou contra Anderson Silva, George St Pierre não deve assustar tanto.

 

Tyron Woodley vs Jay Hiero

Imagem

Tyron (shorts preto) substituiu Erick Silva nessa luta e venceu por nocaute com 30 segundos de luta, foi explodir que Jay tava no chão.

Eu fico pensando como se sente o cara que perde uma luta tão rápido assim, pra quem ganha não há coisa melhor, mas imagina o perdedor com tantos meses de treinos e estratégias feitas pra não durar nem um minutinho de luta. Deve ser frustante.

 

Bobby Green vs Jacob Volkmann

Imagem

Bobby Green é um show man! Não conhecia nenhum dos dois, e logo na entrada vi que o Bobby é cheio de graça, entrou no octógono com um mergulho com se fosse numa piscina seguido de um rolamento, e quando o juiz levantou sua mão cuspiu algo tipo aqueles caras que cospem fogo.

Pra mim essa foi a luta da noite, bem agitada e com reviravoltas, Green venceu com um mata-leão aos 4:25 do terceiro round. Mas o prêmio de luta da noite sempre vai pro card principal mesmo.

 

 

 

brasileiros-confraternizam-com-dana-white-apos-show-no-ufc-156-1359905065944_1920x1080

Quarteto brasileiro comemorando com o chefe.

E aí pessoal, gostaram desse evento? Comente que eu quero ler a opinião de vocês =)

GP Iska Brasil de MMA

Fala galera, tudo certo?

Então, sábadão dia 27 de outubro vai rolar o GP Iska Brasil de MMA! A Iska (International Sport Kickboxing Associaton) é uma organização que tem como objetivo preparar atletas para torneios, promover seminários e graduações, além de ranquear e reconhecer  campeões nacionais.

Presidida em nosso país por Clayton “Iron” Monteiro, tem sede em São Caetano do Sul, cidade esta que recebe este grande evento. Clayton já organizou 8 eventos e foi o primeiro a fazer um GP de Muay Thai asiático, e agora traz ao ABC o primeiro GP de MMA.

Bom, explicando rapidamente, um GP é como se fosse as “semi-finais” num campeonato mata-mata de futebol, ou seja, quem derrotar 2 oponentes (semi-final e final) leva pra casa o desejado prêmio da noite: o cinturão da ISKA. Serão nos pesos 70 e 77kg.

Equipes como Coliseu União ABC, Power Lotus Club, Gilmar China, Team Ichigueki, Kobra Fight Team, Zinho Team e claro, Iron Xtreme/BTT terão atletas nos GPs.

As lutas amadoras começarão às 10:00hs da manhã, e as profissionais às 18:00hs. A entrada custa R$10,00 na arquibanca, que é perto de octagon, e R$20,00 a área “vip”, que serão cadeiras ao redor do cage, vendas no telefone das imagens. Como opinião pessoal, excelente preço pra um evento tão alto nível.

Então é isso pessoal, estarei lá e espero que quem curte bons combates apareça no ginásio pra prestigiar o show 😉

Boa sorte à todos atletas e que a mão do mais preparado seja levantada no final da luta. E quando ouvir o clique da grade lembrem-se:

“Você está pronto? Está pronto? Vamo pra luta!”

 

http://www.ironxtreme.com/home.html “Tempo ruim é o tempo todo.”

UFC Rio 3 – O espetáculo é aqui.

Que ótimo evento esse UFC 153, mesmo com um card cheio de brasileiros (o que alguns reclamam) as lutas foram muito boas. Nem sempre é assim, geralmente quando o card preliminar é bom o principal ruim, esse 153 teve show o tempo todo, principalmente na última.

Anderson Silva é Anderson Silva! Não sei bem o que quer dizer essa última afirmação, só sei que minha empolgação com a luta desde ontem é enorme.

O Spider tá acima de qualquer outro lutador, quem já leu outros posts sabe que eu acho que Jon Jones será melhor que ele um dia, mas esse dia ainda tá longe de chegar.

Anderson derrotou por nocaute técnico Stephan Bonnar, que até então nunca tinha sido nocauteado ou finalizado. Bonnar é um dos caras que realmente aguenta muita porrada.

A luta pareceu fácil, o brasileiro tem uma técnica e calma nunca vistas, começou na grade e permaneceu na grade por mais de meio round fazendo o americano cansar. O mais impressionante foi quando Stephan deu espaço e quis ir pro centro do octógono, Anderson parecia confortável e ali ficou (Qual lutador quer ficar de costas na grade? Qual?). Então começou o show.

Anderson aguentando um direto dum cara de mais de 100kg:

O aranha abaixou a guarda e aguento os golpes, depois esquivou, e quando saiu do chute rodado e voltou pro mesmo lugar eu já tinha levantado do sofá! O show tava excelente e a luta em pé num nível acima, faltava o nocaute.

Anderson então segurou o braço do American Psycho e o rodou, tentou uma queda mas o cara levantou e começou a recuar, daí foram o jab-direto certeiro a joelhada absurda no peito, daquelas de tirar o ar, uns instinto que só lutador de muay thai teria ali naquela hora!

Será que doeu a joelhada?

Depois foi só aplicar o ground’n’pound:

O Spider aceita salvar um evento, sobe de peso e dá um show desse. Lenda.

Confesso que Minotauro não é um dos meu lutadores favoritos, mas o cara é guerreiro. A recuperação em 1o meses do ombro quebrado pelo Frank Mir me fez pensar que ele não venceria essa luta contra um cara mais novo, mas Dave Herman desdenhou o Jiu-Jitsu e mesmo tando superior na trocação Big Nog levou pra baixo que fez questão de mostrar o quanto a arte suave brasileira é eficiente.

O americano tinha uma envergadura maior, mas guerreiro encurta e entra a mão mesmo:

Chave-de-braço que acabou com a luta:

Damian Maia é um dos lutadores que mais gosto, e tem se apresentado muito bem na categoria 77kg. Fez o gringo parecer um adversário fraco, mas a estratégia e treinos do Damian foram perfeitas e eficazes pra manter um westreler no chão e partir pras costas.

Finalizou Rick Story numa variação de mata-leão mas pegando mão com mão, estourando as veias do nariz do cara  e, como disse meu pai, “espremendo” ele igual laranja. Valeu Damian!

Diego Brandão é um cearense baixinho arretado, venceu o TUF 14 com muito gás e uma excelente final; mas o Ultimate não é só raça, tem que ter estratégia. Perdeu logo a primeira luta depois de ser o campeão porque ficou com um rei na barriga se achando, fez uma boa luta nesse evento, venceu na decisão, e o Joey Gambino vendeu caro a derrota, lutou muito bem também. Quero ver outras lutas do Gambino e ver o Brandão apanhando do Jason, que já fez questão de desafiar.

Falando em Rony Jason, o campeão do TUF Brasil estreiou levando o nocaute da noite! Esse vai fazer grandes lutas ainda, com certeza.

Erick Silva, apanhou como nunca. Vinha torcendo pelo capixada desde sua estreia e achando que tinha, e ainda tem, potencial pra ser campeão. Mas após 3 ótimas lutas pegou o 1º top 10 do evento, John Fitch é o famoso amarrão que só vence lutas por pontos desde 2007, amarrão que fez o que todos já sabiam: botaria o Erick pra baixo e ficaria pontuando.

Erick começou a luta se achando muito, guarda baixa e fazendo graça, resultado de treinar com Anderson. Mas ele não é nem a sombra do Anderson, então pagou o preço de fazer graça e deu as costas já no 1º round.

Americanos treinam wrestling desde o High School, caras como o Fitch, Koscheck e Phil Davis são wrestlers All-American (elite). Se um cara desse quiser te botar pro chão, você vai ficar no chão. O brasileiro sabia disso, não tem uma defesa de queda absurda, então deveria saber que o caminho pra vencer seria uma finalização.

Realmente teve tentativas de finalizar dos dois lados, não lembro de uma luta com tantas tentativas, mas Fitch sabia o que tava fazendo, Erick tava exaustado e indo por instinto. Grande mérito pelas espacadas do mata-leão (John) e chave-de-braço.

Essa mereceu a luta da noite, e talvez concorra à luta do ano. São lutas assim que empolgam o mma.

Erick visivelmente mais forte, mais uma vez a técnica superando:

Glover Texeira vs Fabio Maldonado! Que atropelo foi aquele?

Glover não é muito conhecido internacionalmente, foi durante um tempo (quando tinha problema com seu visto) o melhor meio-pesado do Brasil e pupilo de ninguém menos que Chuck Liddell.

Fabio Maldonado tem o melhor boxe do mma, diria que até melhor que o do Cigano. Sua carreira como boxeador tem 22 vitórias com 21 nocautes, sair na trocação com um cara desse é suicídio, mas foi um golpe em pé que o fez ir pro chão.

No chão, o 1º round foi um massacre! Glover aplicou um ground’n’pound que poucos (pra não dizer ninguém) teriam aguentado. Foi uma chuva de socos e cotoveladas entrando e estragando o rosto do Maldonado, que aguentou e no último minuto conseguiu levantar e acertar um cruzado no Glover. UM cruzado, mas que deu pra sentir a mão do cara.

2º round começou com uma bela queda de Texeira, e foram mais uns 4 mins na sensação: “How is he surviving!?” (Joe Rogan sempre fala isso). Então o médico não deixou ter 3º round.

Glover mostrou porque nomes como Shogun e Rashad recusaram lutar contra ele:

Bom galera, antes de terminar esse imenso post quero compartilhar mai uma imagen que achei interessante:

Essa do Anderson abraçado com o Minotauro emociona, os dois são lendas, ícones, famosos e milionários; mas a simplicidade e a felicidade de lutar e vencer nessa noite são passados na foto.

E uma foto da Arianny pra deixar o post mais bonito:

Valeu pra quem leu até aqui, se gostou divulga pra amigos que curtem MMA e comentem 😉